Você é o amor da minha vida. E, talvez, exatamente por isso, eu não consigo desistir de você. Apesar dos teus erros, defeitos, medos. Apesar da tua maneira complicada de ser, da tua arrogância, do teu ego inflado. Apesar da tua mania de complicar o fácil, desistir do difícil, abrir mão de nós dois por qualquer felicidade momentânea barata. Apesar de tudo, você ainda continua sendo o amor da minha vida. E nem sequer as tuas dúvidas ou a tua muralha de defesa constante me impede de sentir um amor absurdo por você. Mesmo que a gente não concorde em nada e brigue por tudo. Mesmo que o nosso plural, vez ou outra, teime em ser apenas singular. Mesmo que o nosso quebra cabeças seja montado ao avesso. Mesmo assim, é o teu nome que o meu corpo grita nos momentos de solidão. É nos teus braços quentes que a minha crosta gelada se derrete. É em você que eu encontro tudo o que não quero, mas tudo que preciso. A tua insanidade completa o meu lado mais santo. O meu medo encontra forças na tua parte mais corajosa. Teu humor ácido ensina o meu mau humor constante a achar graça na vida. E a vida se colore quando tem os seus lápis de cor de mil e uma tonalidades diferentes pra me ajudar a pintá-la. É quando você tem paciência pra pintar todo esse meu mundo preto e branco, detalhe por detalhe, que eu vejo a minha hipótese ganhar certeza absoluta: você é o amor da minha vida.
Capitule.   (via assimilares)
Posted 7 October 2014, 2 weeks ago | 37,690 notes | reblog this post
(originally capitule / via aoow-marrenta)
Posted 7 October 2014, 2 weeks ago | 76,831 notes | reblog this post
(originally hippyness / via menina-das-perna-magrela)
Posted 7 October 2014, 2 weeks ago | 944 notes | reblog this post
(originally styledandwed / via aoow-marrenta)
Se eu te der a mão me leva, pra qualquer lugar onde a gente possa ficar a sós, namorar…
Bicho de pé
Posted 7 October 2014, 2 weeks ago | 56,821 notes | reblog this post
(originally olheosmuros / via aoow-marrenta)
Posted 4 October 2014, 2 weeks ago | 73,186 notes | reblog this post
(originally bojancilo / via couple-platonic)
Posted 30 September 2014, 3 weeks ago | 3,589 notes | reblog this post
(originally zoiodlula / via positivosventos)
Eu sentia saudades dela, eu sentia saudades dela, eu sinto saudades dela.
Cidades de Papel.  (via auroriar)
Posted 29 September 2014, 3 weeks ago | 1,557 notes | reblog this post
(originally pronuncio / via auroriar)
"Então, pequena Amélie, os teus ossos não são feitos de vidro. Podes levar algumas pancadas da vida. Se deixares escapar esta oportunidade, eventualmente o teu coração vai ficar tão seco e quebradiço como o meu esqueleto. Então, vai apanhá-lo!"

o fabuloso destino de Amélie

Posted 1 August 2014, 2 months ago | 211 notes | reblog this post
(originally beocio / via abismo-de-silencio)
Posted 1 August 2014, 2 months ago | 73,248 notes | reblog this post
(originally couple-platonic / via yelled)

"Vestido de sol, eu continuo colorindo por aqui."

I need ur amazing hug ♥
Olha só...
theme por affectingyou; com detalhes de fascinadaporestrelas.